Procrastinação.

Quase todo mundo enrola pra terminar as coisas. Mas mesmo que pareça inofensiva pra alguns, a procrastinação pode ser um problema pra muitos que gostariam de ser mais produtivos. Procrastinar significa adiar intencionalmente o início ou término de alguma coisa que você ia fazer apesar de saber que essa pode não ser a melhor decisão. Saiba mais aqui

Ela é uma forma evitativa de enfrentar o estresse que tende a piorar a situação a longo prazo. Um dos principais fatores que levam alguém a procrastinar é o quão desagradável é aquilo que precisa ser feito. Outro fator é o quão distante no futuro a pessoa se beneficiaria de fato por fazer aquela tarefa.Quanto mais distantes estiverem os benefícios, maior tende a ser a procrastinação. As pessoas procrastinam a muito tempo já, mas tudo indica que, desde a revolução industrial, temos procrastinado cada vez mais. Embora consigam se sentir melhores no presente, a longo prazo procrastinadores se estressam mais, tiram notas mais baixas e podem ter uma saúde pior do que pessoas mais disciplinadas. A procrastinação pode custar mais caro também. Uma pesquisa indicou que, em média, os americanos gastaram 400 dólares a mais do que precisavam em 2002 por enrolarem pra fazer suas declarações de imposto e cometerem mais erros em decorrência disso. Todo mundo procrastina, mas nem todo mundo é um procrastinador. Alguns dados indicam que cerca de 20% das pessoas são procrastinadores crônicos. Essas pessoas sofrem grandes prejuízos por procrastinarem nos estudos, no trabalho e nos relacionamentos.

Essa tendência a procrastinar costuma ser estável ao longo do tempo.Em parte, essa estabilidade pode estar ligada a fatores genéticos, já que gêmeos idênticos  tendem a ser mais parecidos entre si do que gêmeos fraternais quanto à propensão a procrastinar. Se você quer procrastinar menos, aqui vão algumas dicas. Uma coisa importante é tirar da cabeça a idéia de que você precisa estar com vontade de fazer algo pra fazer algo. Não nos sentimos bem o tempo todo, mas podemos fazer o que precisamos mesmo assim. Você pode aprender a dar menos importância para os seus sentimentos na hora de fazer uma tarefa. Não vai ser tão agradável quanto ir assistir um filme, mas vai te ajudar a alcançar metas mais importantes a longo prazo. Se você tem uma tarefa complicada pra fazer, tente dividi-la em partes menores e mais simples. Por exemplo, se você precisa entregar um trabalho grande, divida ele em várias partes pequenas que você poderia começar a fazer agora e faça a primeira e mais simples delas. Assim você pode progredir aos poucos na tarefa. Isso pode fazer você se sentir bem e te motivar a continuar progredindo. Você pode se dar um prêmio por cada progresso que alcançar como um descanso de alguns minutos, o que também pode incentivar a sua produtividade se você usar o bom senso. O seu ambiente de trabalho também é importante. Ter o seu email aberto em um computador ou um celular conectado à internet enquanto tenta realizar uma tarefa pode diminuir a sua produtividade. Se você acha que é um procrastinador crônico, buscar ajuda psicológica pode ser uma boa idéia. Até a próxima!
https://periodicos.ufsc.br/index.php/rpot